top of page
Buscar
  • Foto do escritorVital Psilo

A psilocina regula os efeitos da metanfetamina em camundongos



Ensaios clínicos recentes sugerem que a psilocina (metabólito ativo da psilocibina) pode ter efeitos reguladores sobre as drogas de abuso, mas seu mecanismo ainda não é esclarecido. Um estudo realizado por cientistas chineses explorou o impacto dessa substância e seu mecanismo molecular nas alterações de comportamento induzidas pela metanfetamina (MA) em camundongos.

O experimento realizado em três partes dividiu os roedores em grupos (incluindo controle) para receberem doses diferentes de MA e psilocina injetável (PI), que foi coadministrada em esquemas diversos. A preferência condicionada por lugar (PCL) foi utilizada ​​para investigar os efeitos da psilocina nas alterações comportamentais causadas pela MA nesses animais. Trata-se de um método que mensura a motivação por objetos e lugares preferidos dos roedores, e que possibilita deduzir a preferência do animal medindo o tempo que ele passa num ambiente específico associado à um estímulo, como as drogas. Pacientes que fazem uso terapêutico de anfetamínicos, por exemplo, também apresentam comportamentos semelhantes e desenvolvem uma preferência pelo lugar em que consumiram a substância.

Os resultados mostraram que a dose de 1 mg/kg de PI neutralizou a atividade farmacológica de 2 mg/kg de MA e ainda inibiu a PCL induzida por 1 mg/kg de MA. No entanto, a psilocina não afetou os mecanismos neurais de extinção e recaída pela MA. As análises moleculares evidenciaram um efeito regulador da psilocina, que foi destacado por modificações em vias complexas de sinalização celular (p-ERK) e pela expressão reduzida do receptor dopaminérgico D2 no córtex pré-frontal, núcleo accumbens e área tegmental ventral, regiões do cérebro associadas ao comportamento, recompensa, prazer, entre outros.

Essas descobertas são de difícil interpretação, mas indicam que a psilocina regula a ação da MA em camundongos. Como há alguns ensaios clínicos em andamento e que investigam o impacto da psilocibina na dependência química (álcool e tabaco), esse estudo é de grande relevância.


Referência

Wang J, Liang M, Shang Q, Qian H, An R, Liu H, Shao G, Li T, Liu X. Psilocin suppresses methamphetamine-induced hyperlocomotion and acquisition of conditioned place preference via D2R-mediated ERK signaling. CNS Neurosci Ther. 2023 Jan 10. doi: 10.1111/cns.14054.

Disponível na íntegra em:

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/cns.14054

8 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page