top of page
Buscar
  • Foto do escritorVital Psilo

Estudo indica que o efeito do extrato de Psilocybe cubensis pode ser superior à psilocibina sintética



Evidências sugerem que o extrato do cogumelo Psilocybe cubensis (EPC) pode ter efeitos biológicos diferentes da psilocibina sintética (PSIL). Um estudo com camundongos comparou as propriedades do EPC e da PSIL em termos de intensidade dos efeitos psicodélicos, aumento de proteínas relacionadas à plasticidade cerebral e impacto nos perfis metabólicos do córtex frontal. A dosagem utilizada foi equivalente a 25 mg de psilocibina, a mesma aplicada em estudos clínicos com humanos.


Os resultados, publicados na revista Nature “Molecular Psychiatry”, mostraram efeitos psicodélicos semelhantes entre o EPC e a PSIL. Ambos aumentaram significativamente as proteínas relacionadas à plasticidade cerebral em áreas como o córtex frontal, hipocampo e amígdala. No entanto, ao realizar comparações, foi observado que o EPC apresentou um efeito mais potente e duradouro na plasticidade cerebral do que a PSIL. Além disso, o EPC causou um declínio mais significativo nas purinas guanosina, hipoxantina e inosina, que estão associadas ao estresse oxidativo e às vias de produção de energia. Essas mudanças podem ser indicativas de um ambiente cerebral saudável e mais resiliente.


É importante ressaltar que estudos adicionais são necessários para confirmar e ampliar esses achados, e para identificar as moléculas responsáveis pelos efeitos mais potentes do EPC.


Referência

Shahar O, Botvinnik A, Shwartz A, Lerer E, Golding P, Buko A, Hamid E, Kahn D, Guralnick M, Blakolmer K, Wolf G, Lotan A, Lerer L, Lerer B, Lifschytz T. Effect of chemically synthesized psilocybin and psychedelic mushroom extract on molecular and metabolic profiles in mouse brain. Mol Psychiatry. 2024 Feb 20. doi: 10.1038/s41380-024-02477-w. Epub ahead of print. PMID: 38378926.


Disponível na íntegra em:


16 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page