top of page
Buscar
  • Foto do escritorVital Psilo

Estudo investiga como a psilocibina influencia os hormônios do estresse em modelo animal

Atualizado: 30 de ago. de 2023



Os níveis dos hormônios do estresse, como o cortisol e outros glicocorticoides, são elevados momentaneamente após a administração de psilocibina em seres humanos. Pesquisas também indicam que essa elevação rápida de cortisol está associada a picos de ansiedade. No entanto, ainda não temos um entendimento de como isso afeta os resultados terapêuticos da psilocibina.


Um estudo com roedores explorou a influência da psilocibina sobre os glicocorticoides e como isso impacta em comportamentos semelhantes à ansiedade nesses animais. Foi observado que doses de 3 mg/kg de psilocibina produziram efeitos ansiolíticos em camundongos machos, 4 horas após o tratamento, e que duraram até 7 dias. Notavelmente, esses efeitos não foram alterados por um bloqueador 5-HT2A, mas foram reduzidos pelo pré-tratamento com um bloqueador do receptor de glicocorticoides ou pela diminuição das elevações de corticosterona.


Contudo, quando os níveis de glicocorticoides dos roedores foram constantemente elevados antes, durante e depois da administração de psilocibina, o efeito ansiolítico duradouro da substância foi perdido.


Em resumo, os experimentos sugerem que a rápida e temporária elevação de glicocorticoides causada pela psilocibina está associada ao alívio imediato da ansiedade em roedores. Porém, a presença constante de níveis elevados dos hormônios do estresse no sangue pode interromper os benefícios de longo prazo dessa substância.


Referência

Jones NT, Zahid Z, Grady SM, Sultan ZW, Zheng Z, Razidlo J, Banks MI, Wenthur CJ. Transient Elevation of Plasma Glucocorticoids Supports Psilocybin-Induced Anxiolysis in Mice. ACS Pharmacol Transl Sci. 2023 Aug 2;6(8):1221-1231. doi: 10.1021/acsptsci.3c00123. PMID: 37588757; PMCID: PMC10425994.


Disponível na íntegra em:



7 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page