top of page
Buscar
  • Foto do escritorVital Psilo

Fobia social, meditação e psilocibina

Atualizado: 6 de jan. de 2023


O tratamento de primeira linha do transtorno de ansiedade social (TAS) apresenta limitações em sua eficácia. Sendo um dos transtornos de ansiedade mais prevalentes, há uma necessidade urgente de novas abordagens de tratamento. Existem dados que sugerem alternativas, como uma combinação de intervenções baseadas em meditação e na administração de um psicodélico. Embora ambas as abordagens separadas sejam promissoras no tratamento de outras condições clínicas, sua combinação ainda não foi investigada no tratamento de psicopatologias.


Considerando isto, uma revisão sistemática publicada no periódico científico Neuroscience & Biobehavioral Reviews, reuniu 30 estudos experimentais que investigaram os efeitos neurais da meditação mindfulness ou do tratamento com psilocibina em pacientes e pessoas saudáveis.


Os resultados sugerem que a meditação assistida por psilocibina pode ajustar a atividade neural anômala ligada ao TAS e mudar processos cognitivos como a atenção tendenciosa aos indicadores de ameaça social. Também foi demonstrado que houve uma modulação de conectividade da rede de saliência, o que equilibrou a atividade das estruturas corticais da linha média e aumentou o controle frontoparietal sobre a reatividade da amígdala.


Os pesquisadores ainda ressaltam que estudos futuros devem investigar se a intervenção clínica baseada em meditação mindfulness assistida por psilocibina pode trazer benefícios terapêuticos aos pacientes com TAS que não respondem ao tratamento convencional.


Referência

Felsch CL, Kuypers KPC. Don't Be Afraid, Try to Meditate- Potential Effects on Neural Activity and Connectivity of Psilocybin-Assisted Mindfulness-Based Intervention for Social Anxiety Disorder: A systematic review. Neurosci Biobehav Rev. 2022 Jun 6:104724.

5 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page