top of page
Buscar
  • Foto do escritorVital Psilo

Os psicodélicos podem aumentar a conexão com a natureza, segundo estudo brasileiro

Atualizado: 29 de dez. de 2022


Pesquisadores brasileiros realizaram um estudo online que investigou os efeitos de substâncias

psicoativas nas relações das pessoas com a natureza. Nessa pesquisa, os participantes compartilharam informações sobre o uso prévio ou atual de substâncias como ayahuasca/DMT, cogumelos Psilocybe, LSD, MDMA, cocaína, Cannabis e álcool. Para mensurar a força da relação com a natureza que esses indivíduos sentiam no momento da coleta de dados, foi utilizada a versão resumida do Nature Relatedness Scale (NR-6). Pontuações altas do NR-6 indicam uma conexão maior com a natureza, por exemplo.


Entre os resultados, a análise estatística revelou que os usuários de psicodélicos apresentaram uma pontuação maior no NR-6, em comparação aos indivíduos que nunca usaram estas substâncias. O uso atual de ayahuasca/DMT, cogumelos Psilocybe e o uso prévio de LSD tiveram uma associação positiva com a natureza. Porém, quando foram consideradas as variáveis ​​sociodemográficas da população estudada, foi observado que somente o uso prévio e atual de ayahuasca/DMT se associaram positivamente ao NR-6. Os indivíduos que relataram alguma intenção de usar futuramente os cogumelos Psilocybe, também foram associados significativamente à conexão com a natureza.


Além disso, outros estudos já encontraram associações entre o uso de psicodélicos e a conexão com a natureza, e sugerem que estas substâncias podem até mesmo melhorar as relações entre humanos e outros animais.


Referência

Longo MSC, Bienemann B, Multedo M, Negreiros MA, Schenberg E, Mograbi DC. The Association of Classic Serotonergic Psychedelic Use and Intention of Future Use with Nature Relatedness. J Psychoactive Drugs. 2022 Aug 19:1-9. doi: 10.1080/02791072.2022.2112788.

8 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page