top of page
Buscar
  • Foto do escritorVital Psilo

Psicodélicos como analgésicos para dor crônica: o que se sabe até o momento?

Atualizado: 27 de dez. de 2022


A dor crônica é um mecanismo complexo que ainda não é totalmente compreendido. Quando a dor é vivenciada ao longo do tempo, ocorre um fortalecimento de circuitos neurais específicos, resultando na dor crônica física e emocional. Os psicodélicos atuam como agonistas dos receptores de serotonina 5-HT2A e apresentam propriedades de alterar a mente, resetando a conectividade funcional do cérebro (CF), e modulando a expressão de genes e mediadores inflamatórios – algo que pode ser útil no tratamento de muitas doenças de ordem neurológica. Sabe-se que os psicodélicos têm um perfil de segurança favorável, especialmente quando comparados aos opióides como a morfina e a oxicodona.

Até o momento, a evidência clínica para o uso de psicodélicos na dor crônica é limitada. No entanto, há vários estudos e relatórios publicados nos últimos 50 anos, que já mostraram o potencial analgésico dos psicodélicos na dor associada ao câncer, dor do membro fantasma e cefaléia em salvas. Ainda não se sabe como os psicodélicos atuam na analgesia, mas há algumas explicações, dada a semelhança entre a ativação 5-HT2A e a modulação nociceptiva do sistema nervoso central e periférico – que são as vias de recepção e transmissão de estímulos agressivos, como a dor. É possível que o mau funcionamento dos receptores 5-HT esteja relacionado à hiperalgesia (resposta exagerada à dor) e alodinia (dor produzida por um estímulo leve que não causa desconforto, como um toque na pele, por exemplo). Além disso, as alterações causadas pelo uso de psicodélicos na CF, sugerem que estes agentes podem ajudar a reverter as alterações nas conexões neurais que são observadas na dor crônica.

Considerando o estado atual da epidemia de opióides e a eficácia limitada dos analgésicos, é hora de apoiar mais pesquisas sobre o uso de psicodélicos com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos pacientes que sofrem de dor crônica.

Referência

Castellanos JP, Woolley C, Bruno KA, Zeidan F, Halberstadt A, Furnish T. Chronic pain and psychedelics: a review and proposed mechanism of action. Reg Anesth Pain Med. 2020 Jul;45(7):486-494. doi: 10.1136/rapm-2020-101273.

1 visualização0 comentário

ความคิดเห็น


Post: Blog2_Post
bottom of page