top of page
Buscar
  • Foto do escritorVital Psilo

Relato de caso clínico: mania, psicose e depressão após a ingestão múltipla de cogumelos mágicos



Uma mulher de 32 anos apresentou um episódio prolongado de mania, psicose e depressão grave após a ingestão de múltiplas doses de cogumelos mágicos. Ela estava em tratamento com antidepressivos nos últimos 10 anos e não tinha outros transtornos mentais, embora haja um histórico de transtorno bipolar em sua família.

Em 2020, a paciente fazia uso contínuo de venlafaxina, um inibidor seletivo da recaptação de serotonina e noradrenalina. Nessa ocasião, ela ingeriu cogumelos mágicos, cuja espécie e quantidade permanecem desconhecidas. Depois de uma experiência psicodélica prazerosa, ela repetiu a ingestão de doses múltiplas logo no dia seguinte, dessa vez com seus amigos. Após algumas horas, a paciente apresentou sintomas persistentes de mania, delírios paranoides e pensamentos acelerados. Nas semanas posteriores, ela também relatou uma redução no tempo de sono, dormindo cerca de 3-4 horas por noite, embora se sentisse bem descansada ao despertar.

O psiquiatra que acompanhava o caso solicitou exames bioquímicos e neurológicos, que não revelaram alterações. Então, decidiu prescrever antipsicóticos e retirar gradualmente a venlafaxina. Nesse período, houve uma recaída da depressão, com sintomas graves, intensificados pelo contexto da pandemia de COVID-19. Entretanto, a paciente foi tratada e eventualmente se recuperou.

Os autores desse caso clínico reforçam a necessidade de avaliar previamente os riscos associados ao uso de psilocibina, principalmente em indivíduos com histórico familiar ou pessoal de transtornos psiquiátricos, e que fazem uso contínuo de medicamentos que atuam no sistema nervoso central. Também destacam a importância de uma abordagem cautelosa e bem informada sobre a redução de danos e a necessidade de monitoramento médico para pacientes.

Caso tenha interesse sobre as interações medicamentosas, veja os seguintes posts no blog: “Como a psilocibina pode interagir com outros medicamentos?” e “Johns Hopkins sugere que o uso de antidepressivos enfraquece o efeito da psilocibina”.

Referência

Barber G, Nemeroff CB, Siegel S. A Case of Prolonged Mania, Psychosis, and Severe Depression After Psilocybin Use: Implications of Increased Psychedelic Drug Availability. Am J Psychiatry. 2022 Dec 1;179(12):892-896. doi: 10.1176/appi.ajp.22010073. PMID: 36453037.


13 visualizações0 comentário

Comentarios


Post: Blog2_Post
bottom of page